Compre agora
037.a

PAINEL SOLAR DE TUBOS DE VÁCUO 165 L

1208,00 845,60

Característica técnicas:

Certificação: Solar  Keymark
Nº de Tubos:20
Área Total (m2):1,985
Capacidade Acumulador (Lts): 165
Peso Líquido (Kg):65
Comprimento dos Tubos (mm): 1500
Diâmetro Exterior dos Tubos (mm): 47
Espessura do Tubo (mm): 1,6
Vácuo (Pa): P<0,005
Perdas Térmicas(W/m2):<0,8
Isolamento Térmico do Acumulador: Poliuretano – 55mm
Temperatura de Estagnação (ºC)< 220
Temperatura Máx. Funcionamento (ºC):
Pressão Máx. Funcionamento (MPa): 90
Pressão de Serviço (MPa): 0,6
Carga Máx. de Vento e Neve (kN/m2): 0,4
Ângulo de Inclinação (º): 45
Ligações Hidráulicas (”):1/2
Ligaçõ Válvula T/P (”): 3/4
Suporte: Liga de aluminio

Outras características
•Cuba do acumulador em aço inox SUS316L de 1.2mm próprio para água potável;
•Através do tubo absorsor interior e reflectores atrás dos tubos, o aquecimento é muito rápido desde o momento em que o sol nasce até que se põe – ao contrário do colector plano, que tem uma alto rendimentopor volta do meio-dia;
•Utilização durante todo o ano, mesmo em climas frios e ventosos, desde que não ocorra o congelamento;
•Pode operar com pressões de entrada de água de 0,6 MPa – sem necessidade de bomba circuladora ou controlador;
•O sistema pode ainda funcionar se alguns tubos de vácuo perderem o vácuo ou se danificarem acidentalmente;
•Pode funcionar todos os dias, devido à capacidade de absorção da radiação a 360 graus no tubo interno;
•A placa reflectora/ difusora por trás do tubos de vácuo contribui para o ganho de energia durante os dias de sol aberto;
•Quando composto por mais de uma unidade, pode ser instalado usando paralelo e / ou ligações em série, aumentando a disponibilidade de água quente.

Limitado ao stock existente
Os Valores acrescem IVA á Taxa legal em vigor

 

Descrição do produto

Painel solar em termossifão para aquecimento de águas quentes sanitárias de 165 L (4 utilizadores)
Sistemas em Tubos de Vácuo

Princípio de funcionamento dos sistemas de vácuo:

Os Colectores solares de tubo de vácuo são caracterizados pela sua sofisticada tecnologia que converte a radiação solar directa e difusa, e também os raios infravermelhos que chegam à terra em energia térmica. Mesmo em dias de nevoeiro ou muito nublados, os raios infra-vermelhos são absorvidos e convertidos em calor por estes colectores. Os tubo de vácuo absorvem a energia e transfere-a para o tubo de cobre, onde um fluído (uma mistura com ponto de ebulição mais baixo que a água) é levado à temperatura de vaporização. O vapor assim criado eleva-se até ao topo e transfere o seu calor para o “heat-pipe” situado no topo do tubo de vácuo, onde se acumulam as altas temperaturas. Com esta transferência de calor, o fluído perde energia, arrefece e passa ao estado líquido, regressando à base do tubo. O ciclo é repetido continuamente.

Estes colectores são melhores do que os Planos entre os meses de Outubro e Abril ou seja onde os valores da radiação são baixos ou onde as diferenças de temperaturas são elevadas. Conseguem 3 vezes mais potencia que os colectores planos.

Fácil manutenção e grande facilidade na montagem e troca dos tubos solares; Fabricado por uma empresa certificada de acordo com a norma ISO 9001.
O sistema de vácuo que existe dentro dos tubos de vidro, funciona como isolante para o colector solar, diminui as perdas de calor por convecção do ar, protege a placa de absorção e o “heat-pipe”.

Os tubos de vácuo são de vidro de Borosilicato, com soldadura vidro/vidro, aumentando o seu tempo de vida.

Os tubos de vácuo têm uma garantia de 6 anos, esperando-se um tempo de vida útil superior a 15 anos.

Portugal é um dos países da Europa, que apresenta maior nível de radiação solar. Esta radiação é gratuita, limpa e inesgotável.

Porquê investir em energia solar:
 Reduz as emissões de gases de efeito estufa que contribuem para o aquecimento global do planeta;
 Minimiza a degradação do ambiente, protegendo o futuro;
 Diminui a dependência energética;
 Enorme benefício económico, usando uma energia gratuita que chega ao local de consumo, valorizando o presente;
 Em comparação com os sistemas convencionais, os custos de exploração de um sistema solar são consideravelmente mais baixos, sendo a recuperação do investimento realizado através da poupança da energia em combustível. O período de recuperação do investimento varia entre os 4 a 6 anos, dependendo do sistema seleccionado e combustível convencional utilizado.